Usa-se vírgula para objeto invertido?

Bom dia!

Estou em dúvida se a frase abaixo em negrito trata-se de um objetivo invertido com vírgula.

O supervisor diz: "Seria bom se houvesse um roubo por mês." A isso, chamamos de "matar o tédio."

Acredito que o certo seria: "Nós chamamos isso de "matar o tédio".
A isso, chamamos de "matar o tédio."

Pela minha análise, a vírgula nesse caso está errada, já que "isso" não é objeto e sim sujeito.
O que chamamos de matar o tédio?
resposta: isso

Logo, não se separa sujeito de verbo por vírgula. Seria correto:

A isso chamamos de "matar o tédio."
O que chamamos de matar o tédio?
Resposta: isso

Quem chama isso de matar o tédio?
Resposta: Nós (sujeito oculto)

Portanto, "isso" é sim objeto: [nós] chamamos isso de matar o tédio.

Segundo o site Dicas de Português, do UOL Educação (http://educacao.uol.com.br/dicas-portugues/objeto-invertido-e-virgula.jhtm), mesmo invertido o objeto não pode ser separado do verbo por vírgula.
Só se usa vírgula para objetos quando ele não na está na ordem direta, ou seja, quando não está depois do verbo.
Respondendo a sua pergunta, sim, esta frase precisa de vírgula, pois objetivo está na ordem indireta.
A frase na ordem direta com o pronome oculto nós é escrita assim: Chamamos a isso de matar o tédio.
A frase na ordem indireta com o pronome oculto nós escrita assim: A isso, chamamos de matar o tédio.
A frase na ordem direta com pronome nós é escrita assim: Nós chamamos a isso de matar o tédio.
A frase na ordem indireta com o pronome nós é escrita assim: A isso, nós chamamos de matar o tédio.
Frase na ordem direta: Sujeito verbo complemento adjunto adverbial.

Chamamos(verbo) a isso de matar o tédio(complemento do verbo).