Exercício de Adjunto Adnominal

Um dos valores essenciais na área da saúde é o da integralidade, que se apresenta indissociável de outro valor: o cuidado. A origem do cuidar é do latim antigo – cura –, termo que era usado em um contexto 5 de relações de amor e amizade. Expressava a atitude de desvelo, de preocupação e de inquietação pela pessoa amada ou por um objeto de estimação. Para Leonardo Boff (1999), o cuidado só se concretiza quando a existência de alguém tem importância. O 10 grande desafio do ser humano é combinar trabalho com cuidado, uma vez que essas duas dimensões não se opõem, mas se compõem. Ambas constituem a integralidade da experiência humana, por um lado, ligada à materialidade e, por outro, à espiritualidade.

3) O termo “de desvelo” modifica o nome “atitude”, restringindo-o e qualificando-o como um comportamento característico da ação de cuidar.

Eu pensei que poderia ser um complemento nominal, não um adjunto (visto que se modifica é um adjunto, correto?)
3 respostas
O desvelo tem a atitude ou atitude de desvelo
logo é a atitude de desvelo, voz ativa, então é adjunto adnominal.
Expressava atitude de desvelo = atitude de carinho
O termo cuidar expressava a atitude de carinho
Atitude carinhosa
Acredito, portanto, que "de desvelo" seja complemento nominal.
Desculpe, errei!!!

Será Adjunto Adnominal se a expressão 'DE + NOME' equivale a uma locução adjetiva (qualidade, delimitação, origem). Algumas vezes a expressão pode ser trocada por adjetivo cognato:
João é um vendedor de renome. (= renomado)

Fonte: http://www.lpeu.com.br/q/fdomd