Dúvida sobre o Modo em Desinência Verbal

Olá pessoal, estou com dificuldade para entender um exemplo que encontrei na web sobre desinências modo-temporal. Há o seguinte caso em que uma pessoa exemplificou a formação da palavra acordou:
acordou
forma do verbo acordar no perfeito do indicativo na terceira pessoa do singular

[acord]radical verbal + [a]vogal temática + [u]desinência pessoa-número

[acord] + ó + u

acord[ów]
Não há desinência tempo-modo, e o sufixo pessoa-número /u/ provoca a assimilação da vogal temática acentuada /á/ e realiza-se como glide [w] (a sequência do português).


1º: Se não há desinência modo-temporal, como ela pode indicar que o verbo está no indicativo?? :shock:
2º: Sempre quando a vogal temática está suprimida da grafia é de se supor que a desinência sempre vai ser número-pessoal? (como em compro por exemplo, de comprAr)
Na realidade o "OU" seria a desinência de modo-temporal indicando que o verbo está no passado perfeito e na terceira pessoa do singular e no modo indicativo. "OU" indica que o verbo no infinitivo termina em AR.

comprAR = comprOU (ele/ela)
acordAR = acordOU (ele/ela)
amAR = amOU (ele/ela)

Em relação ao verbos terminados em ER e IR será a vogal temática + "U" para formar o passado perfeito da 3 pessoa no singular, do modo indicativo.

comER = comEU (ele/ela)
perdER = perdEU (ele/ela)

partIR = partIU (ele/ela)
cumprIR = cumprIU (ele/ela)

Lembrando que essas regras serão validas apenas para os verbos regulares.
 
cron